Sábado, Abril 13, 2024
banner-complexo-aquático
InícioRegiãoSardoal lança dois orçamentos participativos para exercício de "cidadania ativa"

Sardoal lança dois orçamentos participativos para exercício de “cidadania ativa”

A Câmara de Sardoal volta a promover este ano dois orçamentos participativos, um aberto à população em geral e outro direcionado à comunidade escolar, para o “exercício de uma cidadania ativa” e “envolver os cidadãos” na tomada de decisões.

O anúncio foi feito hoje pelo presidente daquela autarquia do distrito de Santarém, Miguel Borges (PSD), durante a abertura da 3.ª edição do Orçamento Participativo (OP) de Sardoal, direcionado para a população em geral.

“O Orçamento Participativo visa precisamente a participação cívica das pessoas, o contribuírem também para pensarem naquilo que querem para a sua terra e para pensarem também aquilo que podia ser melhorado através do Orçamento Participativo, com um valor que acaba por ser relativamente simbólico”, disse à agência Lusa.

As candidaturas para a 3.ª edição do OP de Sardoal podem ser entregues até 12 de abril, pretendendo a autarquia “envolver os munícipes no sentido de as necessidades se converterem em oportunidades”, através da apresentação de “propostas transversais e locais que visem a melhoria da qualidade de vida no concelho”.

As candidaturas devem enquadrar “projetos exequíveis”, até ao montante máximo de 10 mil euros, ao nível de intervenções físicas infraestruturais, pequenos equipamentos, serviços, programas e eventos nas áreas do ambiente e turismo, educação, cultura, juventude e desporto, mobilidade e segurança, ação social e saúde e bem-estar animal.

“Estamos a falar de 10.000 euros, em que as pessoas pensam: o que é que eu posso fazer na minha terra, o que é que eu posso fazer no meu concelho com este valor, no que é que posso contribuir para melhorar”, disse Miguel Borges, tendo indicado que, no 1.º ano do OP, o projeto vencedor foi um mural na Estrada Nacional (N2), em Santiago de Montalegre, e, em 2023, a proposta vencedora permitiu instalar um parque infantil num dos lugares da Venda Nova.

“É isto que se pretende, que as pessoas pensem o que é que eu posso acrescentar aqui na minha freguesia, no meu lugar, no meu concelho. O simples facto de pensar é extraordinário”, declarou.

O autarca destacou ainda a implementação em 2023 da 1.ª edição do OP Jovem, “pura e simplesmente dedicado à população escolar”.

Este ano, o município volta a promover o OP Jovem, no valor de 5.000 euros e com as candidaturas a abrirem em outubro.

“Julgo que são estes projetos que fazem com que realmente os jovens sejam ainda mais despertos para aquilo que é uma preciosidade e que se chama democracia e chama-se democracia participativa”, disse Miguel Borges, tendo indicado que os projetos vencedores serão implementados em 2025.

Deixe o seu comentário

por favor, escreva o seu comentário
Por favor, escreva aqui o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Também pode ler

Subscreva a newsletter

Receba as notícias do dia do jornal Mais Ribatejo diretamente na sua caixa de email.

Artigos recentes

Comentários recentes

pub
banner-união-freguesias-cidade-santarem
spot_img
Fechar