Home Nacional

Projeto “Uma Imagem Solidária” vai apoiar a Casa do Artista

0

A 7.ª edição da iniciativa “Uma Imagem Solidária” realiza-se a 23 de maio. Projeto criado pelo fotojornalista António Cotrim reúne 70 fotografias que podem ser trocadas por donativos à Casa do Artista.

Criada em 2017 pelo fotojornalista da agência Lusa António Cotrim, “Uma Imagem Solidária” consiste na doação de uma fotografia (na medida de 30 x 40 centímetros), que será depois adquirida pelo público, em troca de um donativo mínimo de 20 euros. O donativo reverte para uma associação, que varia de edição para edição.

“Este ano vamos apoiar os artistas, prestando a nossa homenagem a todos aqueles que, no passado, nos fizeram rir e chorar, que nos fizeram viajar e sonhar. Vamos dizer ‘obrigado’ e demonstrar o nosso reconhecimento por aqueles que dedicam a sua vida a fazer parte das nossas vidas”, referia a organização do projeto no início do ano, quando anunciou o destinatário desta edição.

O fotojornalista António Cotrim conta que este ano há 70 fotos, “todas de nomes importantes da fotografia” e que espera que esta edição tenha tanto sucesso como a primeira.

“Nos 50 anos de Abril resolvemos apoiar a Casa do Artista, que completa este ano 25 anos. A Cultura teve uma palavra importantíssima no 25 de Abril e assim deve ser recordada quando se assinalam os 50 anos da revolução”, disse António Cotrim em mais uma justificação para o destinatário do apoio deste ano.

O ator, e presidente da Casa do Artista, José Raposo é o padrinho/embaixador desta edição, da iniciativa que conta com o patrocínio do Presidente da República, que numa mensagem em vídeo deixada à organização realça a “finalidade social” desta iniciativa.

“Este ano [o apoio é atribuído] para a Casa do Artista. Que é uma maneira de dizer, para pensar, para apoiar aqueles nos fizeram sorrir, rir, viver, chorar, partilhar emoções ao longo de vidas, vidas e vidas”, refere Marcelo Rebelo de Sousa.

“Esta é uma iniciativa da sociedade civil, de fotógrafos, a pensar numa instituição que tão poucos meios tem e que necessita tanto do vosso e nosso apoio”, realça.

A iniciativa, que vai decorrer, mais uma vez, na Fundação Portuguesa das Comunicações, em Lisboa, conta ainda com os patrocínios da Presidência da República, agência Lusa, e da Fundação Portuguesa das Comunicações

A organização refere que, “além de contribuir para uma causa nobre, esta iniciativa promove a arte da fotografia e valoriza o trabalho dos fotojornalistas e fotógrafos envolvidos na campanha solidária”.

No ano passado, os donativos reverteram para uma instituição que apoia mulheres com deficiência vítimas de violência em Águeda, a Casa de Abrigo da CERCIAG.

No próximo ano, este projeto vai ser transformado numa associação – a Associação Uma Imagem Solidária – que desenvolverá o trabalho feito até agora.

sem comentários

Deixe o seu comentário

por favor, escreva o seu comentário
Por favor, escreva aqui o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

 

Exit mobile version