Domingo, Junho 16, 2024
InícioDesportoJogo polémico - Vitória de Setúbal corta relações com a União de...
banner-complexo-aquático

Jogo polémico – Vitória de Setúbal corta relações com a União de Santarém

O Vitória de Setúbal, do Campeonato de Portugal, anunciou o corte de relações institucionais com a União Desportiva de Santarém, acusando o clube scalabitano de “práticas antidesportivas e postura do vale tudo para tentar inverter o resultado da partida” de 19 de maio que os sadinos empataram (0-0), garantindo a subida à Liga 3.

Recorde-se que os ribatejanos participaram alegadas irregularidades no final do jogo em que Caleb foi expulso, queixa essa que levou no dia 27 à instauração de um processo disciplinar pela FPF.


A UDS defende que ao minuto 90’+6, Caleb viu o 2.º cartão amarelo quando já estava fora campo, mas ainda antes de ser substituído por Paulo Lima. Só depois de Paulo Lima entrar em campo é que o árbitro expulsou Caleb, pelo que o Vitória não poderia estar a jogar com 11 jogadores.

Após ter sido notificado da instauração, no passado dia 27, de um processo disciplinar pela Federação Portuguesa de Futebol, referente ao jogo contra o União Desportiva de Santarém, do passado dia 19 de maio, o Vitória Futebol Clube SAD emitiu um comunicado em que «repudia veemente as práticas antidesportivas e a postura do “vale tudo” da União Desportiva de Santarém, acusando-o de recorrer a métodos improváveis para tentar inverter o resultado de uma partida. A UDS baseia toda a sua argumentação em informações falsas e manipuladas».

O Vitória alega que “a UDS sabe que, segundo os regulamentos, poderia ter apresentado uma intenção de protesto na reunião pós jogo e/ou no prazo máximo de 24 horas após o mesmo. A UDS não o fez”.

O Vitória contesta a acusação de que o jogador do VFC, n.º 10 Caleb Santos Rocha, terá recebido o segundo cartão amarelo antes de abandonar o terreno de jogo. Segundo o Vitória, “Caleb Santos Rocha recebe o cartão amarelo, quando já se encontrava fora do terreno de jogo, e no caminho para o banco de suplentes, como demonstram as imagens”.

O Vitória alega que “quem dá ordem de entrada em campo ao jogador n.º 88 Paulo Lima, é o árbitro, o árbitro auxiliar e o 4.º árbitro, como facilmente se pode verificar pelas imagens. Só é exibido o cartão vermelho ao jogador do VFC nº10 Caleb Santos Rocha, quando este já se encontrava no banco de suplentes, e depois da entrada em campo do jogador nº88 Paulo Lima, como se pode ver nas imagens da transmissão do jogo”.

O Vitória Futebol Clube afirma que “apresentará a sua defesa formal no momento oportuno, refutando todas as acusações da UDS com provas documentais e imagens”.

O Vitória Futebol Clube, “não se revendo na postura antidesportiva e no ‘vale tudo’, corta com efeitos imediatos todas e quaisquer relações institucionais com a União Desportiva de Santarém”.

Conselho de Disciplina instaura processo disciplinar ao jogo União de Santarém – Vitória de Setúbal

 

 

1 comentário

Deixe o seu comentário

por favor, escreva o seu comentário
Por favor, escreva aqui o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Também pode ler

Subscreva a newsletter

Receba as notícias do dia do jornal Mais Ribatejo diretamente na sua caixa de email.

Artigos recentes

Comentários recentes

pub
banner-união-freguesias-cidade-santarem

Mais Ribatejo _ PopUp _ BolsaRecrutamentoULSETEJO