Quinta-feira, Junho 13, 2024
InícioEleições Europeias 2024Voto em mobilidade vai ser testado nas eleições Europeias de domingo
banner-complexo-aquático

Voto em mobilidade vai ser testado nas eleições Europeias de domingo

Nas eleições para o Parlamento Europeu, no próximo dia 9 de junho, vamos poder votar em mobilidade, ou seja, podemos votar em qualquer mesa de voto em Portugal e no estrangeiro, e tudo o que precisamos de levar é apenas o cartão de cidadão.
Pela primeira vez, no dia da eleição, será possível votar em qualquer local sem aviso prévio. Ou seja, mesmo se estiver recenseado em Santarém, e estiver a passar férias no Algarve ou na Nazaré, em Lisboa ou Vila Nova de Gaia, pode simplesmente ir a uma mesa de voto disponível nessa região e votar em qualquer assembleia de voto do país.
As mesas de voto para as europeias terão os cadernos eleitorais numa versão digital em computador. No entanto, o voto é exclusivamente presencial.

Todas as mesas de voto vão ter acesso em tempo real aos cadernos eleitorais, para evitar fraudes.

Esta modalidade está também disponível para quem está de férias no estrangeiro, embora, neste caso, não seja possível fazê-lo em qualquer mesa de voto no país: tem de se deslocar a um posto consular ou a um posto diplomático.

Cadernos eleitorais em suporte digital

A grande novidade nestas eleições europeias passa pela desmaterialização dos cadernos eleitorais e a possibilidade de os eleitores votarem em qualquer mesa de voto do país no próximo domingo.
A experiência piloto realizou-se nas Eleições Europeias de 2019 em Évora, com a informatização do ato eleitoral. Nessas eleições Europeias, Portugal registou a pior taxa de abstenção desde que faz parte da União Europeia, 68,6%, um valor muito superior até à média europeia, cerca de 50%.
Este ano, para contrariar as elevadas taxas de abstenção nestas eleições em Portugal e evitar a maior propensão para falhar o dever cívico, que acontece durante um fim de semana alargado já às portas do verão, vai poder votar em qualquer parte do país ou no estrangeiro.

Qualquer eleitor recenseado em Portugal pode votar “sem ser no local onde está recenseado”, explicou no passado dia 25 o porta-voz da Comissão Nacional de Eleições (CNE), Fernando Anastácio.

“Pode optar sem qualquer condicionalismo de pré-inscrição, por exemplo, vive em Lisboa, está recenseado em Lisboa, mas no dia 9 está no Porto, pode optar por ir a uma mesa de voto qualquer no Porto: apresentar-se na mesa de voto, identificar-se com o seu cartão de cidadão ou com um documento que seja considerado válido para efeitos de identificação e exercer o seu direito de voto”, disse.
Depositphotos_284366282_S
Pela primeira vez, vamos poder votar em mobilidade, nestas Eleições Europeias. Foto de arquivo. Imagem Depositphotos
Portugal elege 21 eurodeputados
Cerca de 373 milhões de eleitores europeus são chamados a votar para o Parlamento Europeu entre 6 e 9 de junho. Serão escolhidos 720 eurodeputados, 21 dos quais portugueses.
Em Portugal, concorrem às eleições um total de 17 partidos e coligações: a AD, PS, Chega, IL, BE, CDU, Livre, PAN, ADN, MAS, Ergue-te, Nova Direita, Volt Portugal, RIR, Nós Cidadãos, MPT e PTP.
Em https://locaisdevoto.pt/ podemos ver todas as secções de voto que nesse dia vão estar abertas.
No site oficial das eleições Europeias, existem informações detalhadas sobre como votar e fazer o registo em cada um dos Estados-Membros. Selecione aqui o país onde reside e saiba mais.
É um momento único em que todos podemos decidir coletivamente sobre o futuro da União Europeia nas #EleiçõesEuropeias.

Deixe o seu comentário

por favor, escreva o seu comentário
Por favor, escreva aqui o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Também pode ler

Subscreva a newsletter

Receba as notícias do dia do jornal Mais Ribatejo diretamente na sua caixa de email.

Artigos recentes

Comentários recentes

pub
banner-união-freguesias-cidade-santarem

Mais Ribatejo _ PopUp _ BolsaRecrutamentoULSETEJO 

banner fna24