Terça-feira, Julho 23, 2024
InícioSaúdeFaça da exposição solar uma fonte de saúde, previna doenças futuras
banner-complexo-aquático

Faça da exposição solar uma fonte de saúde, previna doenças futuras

O verão está à porta, o desejo de nos expor ao Sol mexe com todos nós. Não é só a alegria de viver ao ar livre, sem a rigidez de horários, é a expetativa da distensão que a exposição solar e os banhos do mar ou as caminhadas provocam; de há muito que se sabe que o Sol é uma fonte de saúde, ele é fundamental para a síntese da vitamina D na prevenção do raquitismo. Mas há o reverso, são os prejuízos que podem provocar quando há uma exposição abusiva e indevida das radiações solares; vivemos com a preocupação de regressar ao nosso meio ambiente com sinais de que a pele se tostou a valer. Acontece que a pele nunca esquece os danos que lhe provocamos. Por isso mesmo, vale a pena saber um pouco mais sobre esses riscos de bronzeamento para mostrar aparências, e como podemos e devemos prevenir danos à nossa pele.

Dentre as estruturas que fazem parte da pele, existem células que produzem uma substância escura, a melanina. Conforme a maior ou menor quantidade de melanina produzida, assim é o tom de pele que cada um de nós apresenta. A luz solar constitui um estímulo para o aumento da produção desta melanina. Ora, uma das suas funções mais importantes consiste na proteção do organismo contra a penetração das radiações solares ultravioletas. Quando nos expomos à luz solar estimulamos a produção da melanina, o que lhe pode dar um ligeiro ou forte bronzeado ou, ainda, a pele de lagosta que corresponde a uma queimadura muito séria – é uma das agressões que a pele não esquece. Acresce que a exposição solar, que deu origem a esta situação, vai favorecer o cancro cutâneo. Vejamos tudo pela positiva, o que fazer para aproveitar o Sol sem danificar a pele. Temos uma ferramenta útil que é o protetor solar e o bom-senso em cumprir um leque de recomendações para que a exposição solar seja tonificante e saudável.

Se tem problemas dermatológicos, fale em primeiro lugar com o seu médico antes de se expor ao Sol; se não tem nenhum problema dermatológico agudo, aconselhe-se com o seu farmacêutico. Ele poderá informá-lo sobre o índice de proteção solar (é o poder de filtragem das temíveis radiações ultravioletas B). O protetor solar tem um filtro para as radiações ultravioletas A. Sem esses filtros, a nossa pele é rapidamente agredida. Importa não esquecer que a eficácia depende da correta escolha do protetor em função do tipo de pele, mas que diminui com o tempo de aplicação: basta tomar banho ou limparmo-nos à toalha para que logo diminua a camada de creme, deste modo deve aplicar novamente creme para garantir proteção.

Há recomendações que contribuem para que essa mesma exposição solar dê satisfação física e proteja a saúde: exponha-se ao Sol entre as 11h e as 17h (neste intervalo as radiações solares são muito mais ricas em ultravioletas A, que penetram mais profundamente na pele), inicie a exposição solar progressivamente, aplique, pelo menos meia hora antes da exposição solar, um protetor adequado ao seu tipo de pele, e reaplique-o de duas em duas horas; use chapéu, preferencialmente com abas durante a exposição solar; em todas as idades todos beneficiam do uso de uma t-shirt enxuta; ingerir água em abundância, os bebés só devem iniciar as épocas balneares após a autorização do pediatra; à chegada a casa, e após o banho, é recomendada a aplicação de uma loção adequada para a reposição das propriedades cutâneas; no caso de estar a tomar medicamentos, convém esclarecer junto do seu médico sobre eventuais incompatibilidades com a exposição solar; se, por qualquer razão, ainda na praia, ou à chegada a casa sentir que a exposição solar foi excessiva e lhe dá um estado febril, pode tomar paracetamol ou outro medicamento para baixar a febre, devendo ingeri-lo com muita água (converse previamente com o seu farmacêutico sobre o analgésico melhor indicado).

E se lhe passar pela cabeça que deve usar cabines de bronzeamento, nunca se esqueça de falar previamente com o seu médico.

Mário Beja Santos

Receba a newsletter com as notícias do Ribatejo

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Deixe o seu comentário

por favor, escreva o seu comentário
Por favor, escreva aqui o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Também pode ler

Subscreva a newsletter

Receba as notícias do dia do jornal Mais Ribatejo diretamente na sua caixa de email.

Artigos recentes

banner-aguas-ribatejo

Comentários recentes

pub
banner-união-freguesias-cidade-santarem

banner-em-saude-e-melhor-uls-estuario-tejo-2024