Opinião - page 4

Artigos de opinião dos colaboradores do Mais Ribatejo

Posted on Em Opinião

Pata na poça

O saudoso Raul Solnado das muitas hilariantes imagens cómicas que nos legou a da Pata na Poça é das mais hilariantes embora as patrulheiras ideológicas de cariz inquisitorial que pululam no jornal O Público a apelidassem machista não perde verbe, muito menos actualidade. Um dos expoentes máximos de tal expressão chama-se Eduardo Cabrita ministro do… Continue a ler

Posted on Em Opinião

Escravatura: Tapar os olhos com os dedos abertos (com áudio)

Abriu-se a caixa de pandora da nova escravatura! O que já se sabia há muitos anos, o que tem sido denunciado por ativistas da Associação Solidariedade Imigrante e do Bloco de Esquerda, o que vemos perto de nós e fingimos que não vemos foi destapado pela pandemia. As reportagens televisivas começam a pôr a nu… Continue a ler

Posted on Em Opinião

Quem é parte da solução, não a vai inviabilizar! (áudio)

Os presidentes das Juntas de Freguesia e das Uniões de Freguesia têm assento nas Assembleias Municipais e até direito a voto, tal como qualquer deputado municipal eleito. Também os presidentes das Câmaras Municipais e os vereadores estão presentes, nessas mesmas Assembleias, apesar de sem voto. E porque é que assim é? Porque é salutar haver… Continue a ler

Posted on Em Opinião

Nos trinta anos da morte do “Diabo”

O meu amigo José Miguel Noras, ex-Presidente da Câmara de Santarém, historiador, numismata, divulgador incansável de tudo quanto à cidade de Bernardo Santareno e afins diga respeito, costumava nas seus brilhantes e amistosos discursos ( nunca o ouvi neles dizer mal de ninguém), em cerimónias públicas, homenagens, lançamentos de livros etc., referir-se a mim como… Continue a ler

Posted on Em Opinião

Gato escaldado…

Os gatos detestam serem aspergidos mesmo com água benta (os homens são os únicos animais que distinguem a água benta da restante), por que um ficou escaldado num confinamento mal calculado. Admirador dos felinos e das felinas, o novo anúncio do levantamento do estado de emergência pode redundar em gorda calamidade, daí continuar a exercer… Continue a ler

Posted on Em Opinião

Perguntar não ofende, parte 2 (com áudio)

Mediador Cigano: Em 29 de dezembro de 2014 a Assembleia Municipal de Santarém decidiu recomendar à Câmara a criação do cargo de mediador cigano. De então para cá foram-se sucedendo as perguntas sobre a concretização de uma figura cujo trabalho é de importância consensual e conhecida. Desculpa para aqui, desculpa para acolá, nada de avanços!… Continue a ler

Posted on Em Opinião

Deve uma autarquia ser pública ou privada?!… (áudio)

Diz a Constituição da República Portuguesa no n.º 2 do seu artigo 235º: “As autarquias locais são pessoas coletivas territoriais dotadas de órgãos representativos, que visam a prossecução de interesses próprios das populações respetivas.” E diz também mais à frente no artigo 252.º: “A câmara municipal é o órgão executivo colegial do município.” E quem… Continue a ler

Posted on Em Opinião

O discurso

O Presidente da República tirou as vestes de supremo magistrado da Nação no dia 25 de Abril, surgiu na pantalha envergando as vestes talares de professor catedrático, sem prosápias e pose de Magister dixit, sim de Mestre preocupado com o estado moral da Nação, numa magistral lição acerca do modo de lermos e reflectirmos os… Continue a ler

Posted on Em Opinião

Somos livres, somos livres!

A lindíssima canção de Ermelinda Duarte acompanha-me desde 1974 e com ela aquele sentimento fraterno que Abril nos trouxe. Para mim, “Somos livres” é uma das canções mais belas que conheço! “Somos livres” acompanhou a minha relação e o crescimento da criança minha filha que, qual papoila, foi livre de crescer num país livre. É… Continue a ler

Posted on Em Opinião

25 de Abril – Manter a Esperança na mudança! (com áudio)

Faz 47 anos no próximo domingo, dia 25, que acordei aí pelas 6 da manhã com a minha mãe a falar com a vizinha do prédio em frente, de varanda para varanda. A vizinha dizia-lhe para ligar a rádio, a telefonia como se dizia mais na altura, porque tinha havido uma revolução. Esta vizinha era… Continue a ler

Ir para Início