fbpx

comeres & beberes

Posted on Em Ribatejo Cool

Comeres & beberes – Tinto de Azinho

Saboroso porque sedoso é este tinto, logo guloso, apto a acompanhar galhardamente pratos de caça menor, carnes vermelhas, produtos fumados e queijos substanciosos. O rótulo e contra-rótulo não revelam as castas que lhe concedem a referida galhardia, manda a prudência não escrever «adivinhações», mas que o tinto em apreço é rutilante lá isso é. Armando… Continue a ler

Posted on Em Ribatejo Cool

Comeres & beberes – Bridão, branco, clássico

Nesta época calorenta é natural que os amigos de beber vinho dêem primazia aos brancos, porém, como todos sabemos há brancos e brancos, ou seja: preferimos uns a outros, se assim não fosse na moda a cor amarela teria poucas adeptas. Felizmente, não é assim, no entanto, atrevo-me a escrever que o resultado de junção… Continue a ler

Posted on Em Ribatejo Cool

Comeres & beberes – Cravo e Canela

Pois, pois, falta a exuberante mulata Gabriela criação do notável folião e grande romancista Jorge Amado. A Gabriela actriz viverá na Califórnia, sobra a saúde, o cravo e a canela especiarias que incendiaram as mentes as mentes dos aventureiros e reis sedentos de riquezas deram grande contributo para o almoço pascal resultar em ágape de… Continue a ler

Posted on Em Ribatejo Cool

Comeres & beberes – Quinta dos Penegrais, Alvarinho

A casta Alvarinho está associada ao Minho, no entanto, dessa famosa casta é este branco ribatejano, que pode ser apreciado, bebido a sós, na qualidade de aperitivo, ou ainda nessa função a acompanhar frutos secos, mariscos de concha ou carnes fumadas. Na coadjuvação de almoços e jantares, atrevo-me a indicá-lo para mariscos vermelhos de maior… Continue a ler

Posted on Em Ribatejo Cool

Comeres & beberes – Conde Vimioso, somelier edition 2018

Neste alvorecer da Primavera, em plena época pascal, confinados a remoer saudades da plena liberdade de movimentos, beber-se um tinto pujante, sereno, prenho de virtudes sápidas, é benéfico para o corpo são e a mente livre daquilo a que nas aulas de catequese se classificavam na gaveta dos maus pensamentos. Uvas das castas Cabernet Sauvignon,… Continue a ler

Posted on Em Ribatejo Cool

Comeres & beberes – Folar

Falar em folares é falar de bolas de carnes porcinas, fumadas canonicamente, impregnadas de ovos bem batidos e, fundamentalmente, de farinha do beijinho, cozidos no forno previamente aquecido, utilizando-se lenha consistente e muito bem seca. A construção dos folares requeria braços fortes femininos, braços masculinos no escolher e carrear a lenha para o forno bem… Continue a ler

Posted on Em Ribatejo Cool

Comeres & beberes – Onde se fala em tigeladas de cherne e molejas de vitela e ovelha

O Chef Vítor Felisberto assentou arrais, há cerca de dois anos, em Alferrarede, onde não demorou a afirmar-se como autor de uma cozinha tradicional eivada de gostos, cores e sapidez da modernidade ou cozinha contemporânea, como soi dizer-se, nestes tempos conturbados que, para o bem e para o mal, irão produzir profundas alteridades, no tocante… Continue a ler

Posted on Em Ribatejo Cool

Comeres & beberes – Quinta do Côro, Branco

Perfumado a rescender a aromas florais silvestres e a fruta branca madura, num tom pastel brilhante, no palato rebenta em untuosidade agradável e gulosa o que predispõe para ser bebido a sós, a coadjuvar frutos secos, conservas marítimas e acompanhar peixes de bom porte, carnes vermelhas fumadas e queijos secos. Se os puristas mão se… Continue a ler

Posted on Em Ribatejo Cool

Comeres & beberes – Tó

Todos quantos exercitaram o intelecto a fazer palavras cruzadas (coisa em desuso nos tempos correntes) sabem que tó significa porco pequeno, leitão pequeno, bacorinho de leite e, muitas demais designações ou não fosse o tó delicadeza gastronómica de grande expressividade palatal, de excelsa sapidez para todos quantos gostam de carne mimosa revestida por pele sedo… Continue a ler

Posted on Em Ribatejo Cool

Comeres & beberes – Vinho Casal da Coelheira Private Colletion

Da bem-querida, no Ribatejo, casta Verdelho, das uvas retirou o enólogo Nuno Falcão Rodrigues a essência deste branco frutado, a recender a cítricos e frutos brancos, destacando-se nas papilas gustativas pela harmonia sedosa a enunciar acidez equilibrada, vincada elegância talhando-o para ser bebido a sós como anunciante de refeições onde estejam representados peixes brancos, ovas… Continue a ler

Ir para Início