montepio abrantino

Posted on Em Sociedade

Farmacêutico de Abrantes condenado a nove anos de prisão

O Tribunal de Santarém condenou, esta sexta-feira, os principais arguidos no processo de receituário fraudulento, que lesou o Estado em 2,1 milhões de euros, a penas de prisão efetiva entre os seis anos e meio e os nove anos de prisão. O coletivo condenou o farmacêutico Joaquim Simões Ribeiro, proprietário das farmácias Silva, em Abrantes… Continue a ler

Ir para Início