Coligação PSD+CDS-PP recandidata atual presidente à Câmara de Rio Maior

Em Autárquicas 2021

O atual presidente Câmara de Rio Maior, Filipe Santana Dias, é o cabeça de lista da coligação “Juntos pelo Futuro”, nas eleições de 26 de setembro.

A coligação, que junta o PSD e o CDS-PS, apresentou hoje a candidatura liderada pelo autarca que garante continuar “a primar pela proximidade, pelo investimento em todo o concelho”, bem como pelo respeito pela história e pela divulgação local, regional, nacional e internacional do que “de melhor” o território tem para oferecer.

Se for reeleito, Filipe Santana Dias pretende continuar a pugnar por “um município de contas certas”, visando deixar à população uma “herança” que se destaque não apenas pelo “saldo positivo”, mas também “pela devolução” de património histórico e ambiental recuperado, afirmou.

As propostas do candidato da coligação “Juntos pelo Futuro” passam ainda pela requalificação da zona industrial e pela planificação para que Rio Maior possa vir a liderar as candidaturas a apoios comunitários na área da Comunidade Intermunicipal da Leiria do Tejo.

Naquela que foi a 13.ª apresentação de candidaturas da coligação “Juntos pelo Futuro”, em todo o país, foi ainda anunciado que a anterior presidente, e atual deputada na Assembleia da República, Isaura Morais, será a cabeça de lista à Assembleia Municipal.

Filipe Santana Dias tem 42 anos, é engenheiro zootécnico e trabalhou no setor privado, em cargos de chefia e de gestão, de 2003 a 2009.

Preside à Câmara de Rio Maior desde 2019, após a eleição da anterior presidente, Isaura Morais, como deputada à Assembleia da República.

Na autarquia é responsável pelos pelouros de Administração Geral; Finanças e Empresas Municipais; Recursos Humanos; Água, Saneamento e Resíduos; Obras Públicas; Gestão e Manutenção do Espaço Público e Equipamentos Municipais; Freguesias e Desenvolvimento Rural; Proteção Civil e Segurança; Fundos Comunitários e Auditoria; Feiras; Relações-Públicas e Comunicação.

Foi vice-presidente da Câmara de Rio Maior entre 2017 e 2019, presidente da Junta de Freguesia de Rio Maior entre 2009 e 2017 e vogal do executivo desta mesma junta entre 2005 e 2009.

A coligação que juntou o PSD e o CDS-PP obteve 52,9% dos votos nas autárquicas de 2017, elegendo cinco dos sete elementos do executivo municipal, tendo o PS (30,4%) conquistado os outros dois, num concelho que tinha 17.880 eleitores inscritos.

 Para além da coligação, no concelho de Rio Maior foi já anunciada a candidatura de Miguel Paulo que encabeça a lista do PS.

Publique o seu comentário